a arte viva do ator

 

 

Michael Chekhov (1891-1955), considerado o ator mais original de sua geração, era sobrinho do dramaturgo Anton Tchekov e tinha um grande talento para a caracterização. Atento observador do processo criativo, foi considerado por Stanislawski seu aluno mais brilhante. Ator e diretor do Moscow Art Theatre no início do século XX, fugiu da Rússia em 1928, viveu alguns anos na Europa, onde conheceu Rudonf Steiner, até que a ameaça de guerra, em 1939, o levou a mudar-se para os Estados Unidos. Fundador do Michael Chekhov Studio em New York, apresentou-se na Broadway e por todo o país antes de estabelecer-se em Hollywood, onde chegou a ser nominado para o Oscar. Professor amado de estrelas do cinema como Marilyn Monroe, Gregory Peck, Yul Brynner, Anthony Quinn, Jack Palance e outros, em 1953 publicou o livro “Para o Ator”.
 

 

 

Michael Chekhov recomendava para o ator a prática regular da euritmia.
 


— O que é euritmia?
É Arte de Movimento que visa harmonizar corpo, alma e espírito, relacionando de maneira saudável o nosso pensar, sentir e querer. Surgiu em 1912 na Alemanha como fruto da Ciência Espiritual Antroposófica de Rudolf Steiner. Desde então tem se espalhado pelo mundo, sendo vivenciada como uma fonte de vitalidade e bem estar.


 

 

— Para o ator?
É importante “estar em casa em sua casa”, estar à vontade em seu instrumento de expressão, em seu corpo vivo e animado, permeado pela sua individualidade. A prática regular da Euritmia promove este bem estar de maneira artística e expande a consciência. Torna o artista interiormente flexível e maleável e intensifica a sua percepção da qualidade dos sons da fala. Aumenta a sua consciência corporal e o torna mais sensível e expressivo.


 

 


"Como atores e atrizes, devemos regozijar-nos na posse das nossas faculdades físicas. Devemos experimentar alegria no uso das nossas mãos, braços, corpo, etc. Sem essa valorização e realização do corpo e suas muitas possibilidades, nada podemos fazer como artistas. Compare o corpo sem vida e o corpo com vida. Medite sobre isso. Veja como o morto é desanimado, que contraste com uma pessoa viva! Você deve sentir um fluxo de alegria, porque você está vivo. Seu corpo vai se sentir cheio de vida. Isso é o que você deve dar a partir do palco. Sua vida. Não menos. Isso é arte: dar tudo que você tem. E o que você tem? Sua vida nada mais. Para dar vida é preciso sentir a vida em todo o seu ser inteiro."

(M. Chekhov)
 

 

 


aula experimental gratuita
Veja dia e horário 2020 com Aline (51) 9.9656.3591

 

 

Margrethe Skou Larsen, euritmista formada na Eurythmieschule Hamburg, Alemanha (1989). Trabalho artístico na Europa e pós-graduação na School of Eurythmy Spring Valley, New York. Docente na Eurythmieschule Hamburg (1998). Colaboradora de Scott Fielding, ator, diretor e master teacher do método Michael Chekhov (mais informações veja no site abaixo). Trabalho conjunto em Chicago (1999) e Porto Alegre (2001), no curso Introdução ao Método Michael Chekhov. Vive em Porto Alegre desde 2000, onde criou o Espaço Vivo para a prática regular da Euritmia.
 

 

 

 

Scott Fielding: www.michaelchekhovactorsstudioboston.com

 

 

 

 

 


aulas regulares

Para datas do ano, consulte a agenda.

 


conscientização corporal e criatividade
1º ano


1º semestre:
4 módulos em ritmo semanal ou em ritmo mensal.
Investigando o instrumento de expressão:

 

 

1. POLARIDADE
(março)
Contração e expansão. Extremos e Harmonia.
Objetivo: conhecer as leis básicas da criação.

2. COMPOSIÇÃO DO INSTRUMENTO I
(abril)
Pensar, sentir e querer na expressão corporal.
Objetivo: vivenciar a trimembração.

3. COMPOSIÇÃO DO INSTRUMENTO II
(maio/junho)
As qualidades terra, água, ar e fogo correspondem

à vivência dos nossos quatro corpos:

corpo físico, corpo vital, corpo astral, corpo do eu.
Objetivo: vivenciar a quadrimembração.

4. COMPOSIÇÃO DO INSTRUMENTO III
(julho)
A qualidade das cores e os 7 chakras.
Objetivo: vivenciar as qualidades expressivas dos chakras.

 

 


 

 

2º semestre:
4 módulos em ritmo semanal ou em ritmo mensal.
Investigando a expressão corporal:

5. A VIVÊNCIA DOS 4 TEMPERAMENTOS
(agosto/setembro)
Conforme a composição específica dos quatro corpos

surgem quatro tipos característicos:

melancólico, fleumático, sanguíneo, colérico.
Objetivo: sensibilizar a percepção no dia-a-dia.

6. BIOGRAFIA HUMANA E 4 TEMPERAMENTOS
(outubro)
Durante a sua biografia o ser humano passa por estágios

tingidos pelas qualidades dos temperamentos.
Objetivo: vivenciar o arquétipo da vida humana.

7. AS 5 VOGAIS NA EXPRESSÃO CORPORAL
(novembro)
Nas diversas fases da sua vida o ser humano tem vivências

que correspondem às qualidades das cinco vogais.
Objetivo: vivenciar as forças criadoras do universo.

8. AS CONSOANTES NA EXPRESSÃO CORPORAL
(dezembro)
As consoantes formam quatro famílias relacionadas aos quatro elementos.

São forças plasmadoras que formam a nossa realidade.
Objetivo: vivenciar a criatividade do universo.


 

 

Este curso é uma composição orgânica:
cada módulo se desenvolve a partir do módulo anterior.


 

Para: atores, estudantes de teatro, músicos e outros artistas.
No 2º ano as leis vivenciadas são colocadas em prática na expressão artística de poesias de vários poetas brasileiros.

Espaço Vivo - Euritmia Viva

Endereço: Rua Castro Alves, 167 - sala 101
(Quase esquina com Ramiro Barcelos)
 Independência - Porto Alegre

  • Facebook Clean Grey

© 2019 por Aline Pereira de Barros. Orgulhosamente criado com Wix.com

Tel: 051-99656-3531